Páginas

quarta-feira, 29 de março de 2017

Salvador e seus contrastes históricos

Tão antigos e antigas quanto seus templos majestosos, Elevador Lacerda, Farol da Barra, Plano Inclinado, desenho da Baía de Todos-os-Santos, cidades Alta e Baixa, além de praias de água azul e morna, são as contradições de Salvador. A cidade completou 468 anos nesta quarta-feira, 29 de março.

A primeira capital do Brasil ganhou novas dimensões em meio aos contrastes visuais e sociais que permanecem. Em nome da especulação imobiliária e da ocupação popular desordenada, as áreas verdes encolheram. Surgem prédios enormes de múltiplos usos e habitações onde vivem famílias com menor poder aquisitivo. O tempo nublado na data do aniversário ajudou a captar imagens cinzas e outras em que aparecem mais luz e cores.


Fotos: Graça Filadelfo



quinta-feira, 9 de março de 2017

Unijorge inscreve alunos para iniciação científica

Até o dia 23 de março estão abertas as inscrições para seleção de alunos que vão integrar o Programa Institucional de Iniciação Científica do Centro Universitário Jorge Amado (PIC Unijorge). Podem participar estudantes da unidade que tenham interesse em desenvolver projetos de pesquisa durante dois semestres com orientação de docente.

De acordo com a notícia divulgada no site da universidade, os alunos devem identificar uma linha de pesquisa do seu interesse e entrar em contato com o docente (por e-mail) para que juntos eles elaborem o projeto e o plano de trabalho a ser desenvolvido. Confira as informações completas no edital.

Para integrar e submeter projetos ao PIC Unijorge o estudante precisa atender aos seguintes requisitos: ser aluno regularmente matriculado em curso de graduação faltando, no mínimo, um ano para conclusão do curso; dispor de oito a 20 horas semanais para dedicação às atividades de pesquisa; e demonstrar bom desempenho acadêmico comprovado por meio do histórico escolar. (Foto: Banco de Imagens da Unijorge).

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Ufba adota sistema de cotas em doutorado e mestrado


A medida foi aprovada pelo Conselho Acadêmico de Ensino
A Universidade Federal da Bahia (Ufba) divulgou que todos os processos seletivos para os cursos de pós-graduação 'stricto sensu'  (doutorado, mestrados acadêmicos e profissionais) irão adotar o sistema de cotas. De acordo com a instituição, serão reservadas, no mínimo, 30% das vagas oferecidas para candidatos negros (pretos e pardos) e uma vaga a mais em relação ao total disponível nos cursos para candidatos enquadrados em cada uma das categorias de quilombolas, indígenas, pessoas com deficiência e trans (transgêneros, transexuais e travestis). A medida começará a valer para as seleções do segundo semestre de 2017.

O sistema de reserva de vagas foi aprovado na forma de resolução na quarta-feira (11), pelo Conselho Acadêmico de Ensino (CAE), órgão que delibera sobre vagas para ingresso na graduação e na pós. Segundo o reitor João Carlos Salles, o propósito da iniciativa é aumentar a participação de grupos sub-representados na comunidade acadêmica. “A resolução, associada às outras iniciativas de nossa política de ações afirmativas, busca avançar na correção de desigualdades históricas, tornando a Ufba plena em sua vocação inclusiva”.

Para o presidente do CAE, professor Francisco Kelmo, “mais que reparação, a resolução é oportunidade”, porque traz a possibilidade de pessoas que sempre foram excluídas mostrarem sua capacidade. Já o coordenador de ensino de pós-graduação, Ronaldo Lopes Oliveira, afirma que "a Ufba vai além das definições da Portaria Normativa nº 13, de 11 de maio de 2016, do Ministério da Educação, que contempla apenas negros, indígenas e pessoas com deficiências, e torna-se a primeira universidade do Brasil a preocupar-se também com a inserção na pós-graduação de quilombolas e trans”. Confira mais informações no site da Ufba.

Sensação térmica ultrapassa índices de temperatura



Para amenizar o calor, uma alternativa é usar ventiladores
A temperatura em Salvador, nesta sexta-feira (12), varia entre a mínima de 19°C e máxima de 29°C, conforme registra o site do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Mesmo com a umidade relativa do ar entre 50% e 90%,  a sensação térmica é bem superior. A estação quente iniciada em 21 de dezembro de 2016 - e que se estende até 20 de março de 2017 - chegou forte deixando o calor insuportável. Esta condição resulta em maior uso de aparelhos de ar-condicionado, climatizadores e ventiladores.

Segundo a previsão climática do Inmet para o Verão (janeiro-fevereiro e março), a estação vai ser marcada pelo fenômeno oceânico-atmosférico 'La Niña' de forma amena. De um modo geral, a ocorrência do fenômeno, com fraca intensidade, é favorável à chuva no Nordeste e desfavorável no Sul, principalmente no Rio Grande do Sul, nos meses de Verão e Outono. Como a região nordestina sofre em decorrência do longo período seca, a esperança é que a condição prevista pelo Instituto Nacional de Meteorologia realmente se concretize.

Ainda conforme o Inmet, outros fatores, como a temperatura na superfície do oceano Atlântico Tropical e na área oceânica próxima à costa do Uruguai e da região Sul, podem exercer influência, dependendo das características climáticas nessas estações, no regime de chuva intensificando ou atenuando os efeitos do 'La Niña'.

"A formação e atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) e de Vórtices Ciclônicos de Altos Níveis (VCAN) serão os principais sistemas meteorológicos a atuar no norte da Região Nordeste, durante o Verão", constata o instituto. Confira mais informações no site do Inmet.

sábado, 19 de novembro de 2016

Exame nacional neste domingo avalia desempenho de estudantes do ensino superior

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) acontece neste domingo (20). Mais de 216 mil estudantes estão inscritos para fazer a avaliação do ensino superior, de acordo com informações do Ministério da Educação (MEC) divulgadas no site da Agência Brasil. Da Bahia estão inscritos 12.135, conforme dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

As provas vão ser aplicadas a partir das 13h, no horário de Brasília, contendo dez questões de conhecimentos gerais - duas discursivas e oito de múltipla escolha. Já as provas específicas constam de 30 questões (três discursivas e 27 de múltipla escolha).

O objetivo do exame é avaliar o conhecimento dos estudantes do último ano dos cursos de graduação sobre o conteúdo programático, suas habilidades e competências. O resultado é usado para compor índices que medem a qualidade de cursos e instituições de ensino superior. Os estudantes devem fazer o Enade para obter o diploma, mas não existe um desempenho obrigatório aos alunos.

Cursos

Este ano, vão ser avaliados bacharelandos de Agronomia, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Serviço Social e Zootecnia. No grau de tecnólogo, o exame é destinado aos concluintes de Agronegócio, Estética e Cosmética, Gestão Ambiental,Gestão Hospitalar e Radiologia.

O Enade 2016 é obrigatório para concluintes de bacharelado com expectativa de conclusão, até julho de 2017, de cursos nas áreas avaliadas ou que já tenham terminado pelo menos 80% da carga horária mínima do currículo do curso até o fim do período de inscrição. Ainda conforme a matéria da Agência Brasil, quem estiver inscrito e não comparecer à prova, não pode receber o diploma. 

Também serão avaliados, neste domingo, alunos de cursos superiores de Tecnologia com expectativa de conclusão até dezembro de 2016 ou que tenham cumprido mais de 75% da carga horária mínima do currículo. (Fontes: Agência Brasil e Inep).


sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Mapeamento apresenta panorama da dança no Brasil



Boa esta notícia da Universidade Federal da Bahia, que já colocou no ar os resultados do projeto 'Mapeamento da Dança nas Capitais Brasileiras e no Distrito Federal'. O levantamento inédito da área foi realizado pela Ufba em oito capitais das cinco diferentes regiões do Brasil, identificando pessoas, grupos e instituições que desenvolvem atividades em dança há pelo menos dois anos. A publicação integra as comemorações dos 60 anos da Escola de Dança e dos 70 anos da universidade.

Salvador é uma das capitais pesquisadas. As outras sete são Belém (PA), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). De acordo com informações da universidade, o mapeamento foi liderado pelo Grupo de Pesquisa Proceda (Processos Coreográficos e Educacionais em Dança), da Escola de Dança da Ufba, em parceria com a Fundação Nacional de Artes (Funarte), órgão vinculado ao Ministério da Cultura (MinC), com a participação de várias universidades e grupos de pesquisa brasileiros.

O mapeamento apresenta um diagnóstico dos agentes sociais da dança, obtido por meio da aplicação de questionários, e traça o panorama da área nos campos da produção artística e de formação em dança, abrangendo aspectos da dimensão social, econômica e artística da área. O relatório contendo os resultados está disponível no site www.mapeamentonacionaldadanca.com.br. A proposta do mapeamento surgiu no âmbito do Colegiado Setorial de Dança (CNPC/MinC), em 2010, como reivindicação da área. Confira a matéria completa na página Mapeamento.

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Mostra dos Cursos Livres da Escola de Dança da Funceb celebra Dia da Consciência Negra


Professores e alunos dos Cursos Livres da Escola de Dança da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) apresentam, nesta sexta-feira (20), às 19h30, no Teatro Castro Alves (TCA), a mostra artística ‘Corpografia Brasileira’. Com direção artística de Robson Correia, o espetáculo tem no elenco 320 alunos.

São 19 apresentações dirigidas por 16 professores nas modalidades Teatro Físico, Balé Clássico, Sapateado Americano, Dança do Ventre, Dança de Salão, Dança Moderna, Percussão, Dança Afro, Zumba, Street Jazz, Dança Moderna, Método Griotlab e Percussão. O evento é gratuito e as senhas de acesso vão ser distribuídas meia hora antes do espetáculo.

Espaço público

A Escola de Dança é um espaço público de educação pela dança, vinculada ao Centro de Formação em Artes (CFA) da Funceb, que faz parte da Secretaria de Cultura do Estado (Secult). Os cursos livres surgiram de uma demanda de um público adulto, há 15 anos, quando a escola recebia apenas crianças e jovens.

Hoje os cursos livres atendem mais alunos (700) em relação a todo o público que frequentava a escola na época. “Não estamos falando apenas em números. Falamos da preocupação pedagógica e artística que a coordenação vem tendo no trato com as diversas modalidades de dança que os Cursos Livres abraçam”, afirma a diretora da Escola de Dança, Maria Virginia Costa.

A professora de Dança do Ventre, Rita Carneiro, considera essencial a prática dos cursos livres. “Acredito que assim a gente consegue democratizar a acessibilidade de pessoas de classes populares a todas as práticas corporais”.

Práticas criativas

O espetáculo surgiu a partir de práticas criativas e pedagógicas construídas através de processos vividos dentro e fora da sala de aula. A proposta é reconhecer a importância e a potencialidade dos alunos. Em sete edições, o espetáculo já passou por lugares como Espaço Xisto Bahia, Teatro Vila Velha e praças do Pelourinho, em Salvador.

As apresentações acontecem desde 2013 no Teatro Castro Alves, sempre no Dia da Consciência Negra – 20 de novembro -, dialogando com o tema central da mostra de 2015. As inscrições para os Cursos Livres de 2016 estarão abertas de 15 a 26 de janeiro do próximo ano, das 17h às 20h30.

Fonte: Ascom/Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb)