Páginas

domingo, 28 de novembro de 2010

Desafio para cortar a raiz do tráfico de drogas

Confronto no Rio de Janeiro mostra necessidade de ação articulada

Forças de segurança ocupam o Complexo do Alemão, no Rio e Janeiro

"Cortar o mal pela raiz", conforme o dito popular, é o grande desafio que os governantes brasileiros têm após o confronto entre a polícia carioca (apoiada pelas Forças Armadas) e traficantes no Rio de Janeiro, neste fim de semana. Análises de especialistas na área de segurança pública, entrevistados pelas emissoras de TV enquanto as imagens no Complexo do Alemão eram mostradas, davam conta do esforço que precisa ser feito para evitar que o enfrentamento de hoje não seja em vão.

Uma ação rigorosa nas fronteiras, para impedir a entrada de armamento e drogas no País, papalelamente ao  combate do refino da cocaína no Brasil, foram algumas das providências imprescindíveis apontadas pelos  comentaristas. Outras tão importantes quanto também constam na lista de sugestões: atualização da legislação federal pertinente ao tema e a reforma do sistema penitenciário, de modo a impedir as fragilidades ainda exisntentes nos cárceres.

Outro ponto igualmente precisa ser enfrentado de forma corajosa: conter o consumo. Todo mundo sabe que os grandes usuários de drogas vivem bem distantes das favelas cariocas e de outras grandes cidades do  Brasil. Essa turma tem muito dinheiro e paga caro para alimentar o vício. Daí não basta agir somente contra os traficantes. Se a situação continuar como hoje, em que o consumidor de entorpecente não pode ser preso, fica difícil dar um basta na ação dos bandidos.

Além do mais, os marginais do narcotráfico não limitam sua atuação ao territorio carioca. Estendem seus tentáculos por vários estados, ampliando a violência e espalhando o pavor principamente nas comunidades mais carantes, onde as gangues disputam espaço nesse "mercado". Por isso mesmo, o êxito das ações de segurança precisam ser articuladas com o amparo fundamental das instâncias federais. (Foto: Agência Brasil)


quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Olimpíada de matemática tem 3,2 mil vencedores

Quinhentos alunos são medalhistas de ouro, 900 de prata e 1,8 mil de bronze

O ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, destacou nesta quinta-feira (25) a importância da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) na melhoria da educação pública no Brasil. O ministro anunciou nesta manhã os 3,2 mil estudantes vencedores da competição em 2010.

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, realizada desde 2005, é voltada a estudantes da educação básica — alunos do 6° ao 9º anos do ensino fundamental e de todas as séries do ensino médio. A sexta edição bateu recorde de participação. Foram mais de 19 milhões de inscritos, atingindo quase todos os municípios brasileiros.

“Tivemos 19,6 milhões de estudantes que fizeram a prova este ano. Isso representa mais de 10% da população brasileira. O resultado é que a cada ano temos mais escolas e alunos participando. Essa olimpíada já está contribuindo e vai contribuir mais para a melhoria do ensino nas escolas públicas brasileiras”, afirmou.

Dos 3,2 mil alunos vencedores, 500 são medalhistas de ouro, 900 de prata e 1,8 mil de bronze. Além disso, os estudantes serão convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Júnior (PIC-Obmep) do Ministério da Ciência e Tecnologia.

Segundo Sergio Rezende, vários alunos que participaram programa em anos anteriores têm se destacado nas escolas e até no vestibular. “Temos notícias de que alunos premiados em edições anteriores estão passando para Engenharia nos vestibulares das universidades federais.”

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Divaldo Franco abre Encontro Estadual de Espiritismo

Evento acontece hoje, sábado e domingo no Centro de Convenções da Bahia

O Encontro Estadual de Espiritismo 2010 começa nesta sexta-feira (19), no Centro de Convenções da Bahia, onde continua sábado e domingo. O médium e orador espírita Divaldo Franco (foto) faz a conferência de abertura às 20h, quando fala sobre o tema 'Consciência Espírita em Evolução".

Durante o encontro vão ser compartilhadas experiências em forma de relatos de casos de sucesso, revisões bibliográficas, posters, momentos de atualização do conhecimento, meditação e arte. Segundo o diretor-presidente da Federação Espírita do Estado da Bahia, André Luiz Peixinho, o propósito é divulgar  algumas das  produções de conhecimento, a partir dos grupos de estudos criados para fazer sínteses do saber espírita.

"Estamos também interessados em divulgar pesquisas consistentemente organizadas, centradas nos princípios espíritas, como forma de estimular a gênese de novos conhecimentos", pontua. Desta vez, ampliando a inclusividade e atendendo a apelos da demanda social, fruto da divulgação do pensamento espírita na arte cinematográfica e televisiva, será realizado o Seminário Fundamentos Espíritas.

O seminário é destinado a iniciantes, simpatizantes ou assistentes de reuniões doutrinárias. André Peixinho afirma que também será realizada a assembléia do Conselho Federativo Estadual, "momento decisivo na definição de diretrizes para o movimento espírita". Confira mais informações sobre o encontro no endereço  http://www.feeb.org.br/ (Foto: Flickr)

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

OMS alerta sobre importância das atividades físicas

Sedentarismo causa 21% dos tumores malignos na mama e no cólon do útero

Corpo em movimento: prática de exercícios regulares preserva saúde
 A tendência ao sedentarismo aumenta no mundo e já é responsável pelo quarto maior fator de risco de mortalidade, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A ausência de uma disciplina de atividades físicas, como causa mortis, só perde para as doenças relacionadas ao aumento da pressão arterial, ao fumo e à glicemia elevada. Estudos mostram que várias doenças são atribuídas à falta de exercícios físicos regulares.

De acordo com os estudos, o sedentarismo é responsável por, pelo menos, 21% dos casos de tumores malignos na mama e no cólon, assim como por 27% dos registros de diabetes e 30% das queixas de doenças cardíacas. As pesquisas foram feitas com três grupos distintos: crianças e adolescentes com idade de 5 a 17 anos, jovens e adultos, de 18 a 64 anos, e homens e mulheres acima de 65 anos.

Os pesquisadores concluíram que a tendência ao sedentarismo aumenta de forma global tanto nos países de renda elevada quanto nos emergentes e pobres. Para a OMS, é fundamental alertar as populações sobre os benefícios dos exercícios físicos regulares. O ideal para quem não faz atividades físicas é começar de forma gradual e frequente.

A Organização Mundial da Saúde apelou ainda para que seja feita uma parceria entre os diversos setores e níveis dentro dos governos, da sociedade civil, das organizações não governamentais e do setor privado em favor da promoção e do estímulo das atividades físicas. De acordo com os especialistas, todas essas áreas têm “papel vital a desempenhar na construção de ambientes saudáveis” para garantia da qualidade de vida das sociedades. (Foto: Viradão Esportivo 2010)

domingo, 14 de novembro de 2010

Festival da Sanfona movimenta Juazeiro e Petrolina

Instrumento típico das festas juninas comanda animação nas duas cidades


Os hotéis e pousadas estarão completamente lotados durante este fim de semana em Juazeiro, na Bahia, e Petrolina, em Pernambuco. O movimento se deve à realização do Festival Internacional da Sanfona, que acontece pelo segundo ano consecutivo às margens do Rio São Francisco.

No lado baiano, o Grand Hotel de Juazeiro, principal meio de hospedagem da cidade, está com 100% de ocupação. Além de receber figuras ilustres como Dominguinhos e o músico gaúcho Renato Borghetti, o estabelecimento também hospeda turistas de diversas partes do País.

O bancário aposentado, José Lourinaldo Freitas, 53 anos, saiu de Campina Grande, na Paraíba, “para curtir o som dos melhores sanfoneiros do mundo”, no Vale do São Francisco. Apaixonado pela música nordestina, Freitas aproveitou também para curtir os encantos da Ilha do Rodeadouro, no Velho Chico. O local está situado a 12 quiômetros do centro de Juazeiro.

A mesma iniciativa teve a auxiliar de enfermagem Telma Fontes, 52 anos, que saiu de Salvador para acompanhar o festival junto com quatro amigos. Nem os 500 quilômetros de estrada desanimaram o grupo. Vim para o evento, mas antes pesquisei na internet sobre alguns lugares que pudesse visitar por aqui ”, conta.

De passagem pelo Brasil, o francês Jean Gachot veio até o Vale do São Francisco para apreciar o festival. Ele aproveitou os quatro dias de permanência em Juazeiro e assistiu algumas aulas de sanfona ministradas por músicos locais. O músico e idealizador do II Festival Internacional da Sanfona, Targino Gondim, disse que o evento é um grande divulgador da cultura nordestina. (Foto: Rita Barreto/Setur)

Fonte: Setur

Número de diabéticos passa de 250 milhões no mundo

Oitenta por cento das mortes ocorrem em países pobres e em desenvolvimento

Aparelhos modernos facilitam medição do teor de açúcar no sangue
Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que quase 80% das mortes por diabetes no mundo ocorrem em países pobres e em desenvolvimento. Em 2005, 1,1 milhão de pessoas morreram em decorrência da doença. A estimativa é que o número de mortes dobre na próxima década.

O número de diabéticos no mundo passa de 250 milhões, diz a Federação Internacional de Diabetes. A entidade, ligada à OMS, alerta: se não forem implantadas políticas de prevenção eficientes, em 2025, o número pode a chegar a 380 milhões. No Brasil, estima-se em 10 milhões o número de diabéticos, sendo 7,6 milhões os acometidos pelo tipo 2 da doença, o mais comum e o único que pode ser evitado.

Segundo o Ministério da Saúde, o número dos portadores desse tipo de diabetes equivale a 5,8% da população com mais de 18 anos. Levantamento recente do ministério constatou que o maior número de pessoas, com o tipo 2 da doença, está na região Sudeste, cerca de 3,5 milhões de pessoas, - 2,06 milhões  delas no estado de São Paulo.

Na edição deste ano da campanha do Dia Mundial do Diabetes , 14 de Novembro, organizações médicas internacionais garantem que é possível prevenir a doença. O diabetes tipo 2 consiste do aumento anormal de glicose (açúcar) no sangue. Os principais sintomas são sede e fome excessivas, vontade constante de urinar, perda de peso, cansaço, infecções regulares, visão embaçada, dificuldade de cicatrização de feridas e formigamento nos pés.

EPIDEMIA SILENCIOSA

No entanto, a maioria das pessoas não reconhece esses sintomas como relacionados ao diabetes e procuram atendimento médico tardio – o que levou a doença a ser considerada pela OMS uma epidemia silenciosa. “Quase metade dos diabéticos não sabem da sua condição porque a doença não incomoda. Só descobrem quando fazem o exame de sangue”, constata a presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes, seccional do Rio de Janeiro, Lenita Zadjdenverg.

A doença atinge pessoas na faixa etária acima de 40 anos, obesas e com histórico familiar. Para a prevenção, Lenita recomenda alimentação saudável – com mais verduras e frutas e menor consumo de sal e de alimentos gordurosos – e a prática de exercícios físicos. A população deve entender que é possível prevenir a doença e conviver com a mesma, recomenda.

Não há cura para o diabetes, mas tratamentos podem aliviar as consequências. O avanço da enfermidade eleva o risco de aparecimento de doenças cardíacas, de amputação das pernas, de cegueira e de partos prematuros. De acordo com o Ministério da Saúde, o Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe do diagnóstico e remédios para tratamento.

TIPO 1, CORPOS ESTRANHOS

O diabetes tipo 1, com menor incidência, consiste da destruição das células produtoras de insulina, pois o organismo as identifica como corpos estranhos. A doença surge quando a pessoa deixa de produzir insulina. Não se sabe ao certo porque as pessoas desenvolvem o diabetes tipo 1, mas algumas já nascem com genes que as predispõem à doença. No entanto, outras têm os genes e não têm diabetes. 

O tipo 1 é mais frequente em pessoas com menos de 35 anos, embora  possa surgir em qualquer idade. Os sintomas mais comuns são fome frequente; vontade de urinar várias vezes; sede constante; perda de peso; fraqueza; fadiga; nervosismo; mudanças de humor; náusea; vômito. O tratamento contra o diabetes pode ser feito gratuitamente na rede pública de saúde.


Fonte da matéria e foto: Agência Brasil

sábado, 13 de novembro de 2010

Livro de nutricionista analisa a globalização alimentar

Lançamento acontece quarta-feira próxima na Reitoria da Ufba

Cada vez mais comuns, as refeições rápidas comprometem a saúde
Fast-food: um estudo sobre globalização alimentar, livro do professor José Ângelo Wenceslau Góes, docente da Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia (Ufba), vai ser lançado na próxima quarta-feira (17), a partir das 18h30, no Palácio da Reitoria da Ufba. A publicação tem base em pesquisa feita em lanchonetes de uma grande frsnquia e em obervações de campo.

Publicada pela Editora da Universidade Federal da Bahia, a publicação fala do processo de industrialização que trouxe mudanças de hábitos alimentares, com a ingestão de produtos enlatados, pré-cozidos, fast-food. A chamada 'comida caseira' foi ficando cada vez mais rara. Antes do aparecimento da 'comida rápida', o ritual da refeição tinha outro significado. O horário para a refeição é escasso e o fast-food - assim como a alimentação fora de casa e o delivery - entrou na conjuntura de um novo tempo urbano, registra o livro, conforme matéria divulgada no site da Ufba.

O livro busca compreender as representações sociais e os significados desse tipo de alimentação, descrevendo e interpretando as mudanças de hábitos alimentares dos consumidores de duas lanchonetes de uma grande franquia, com o surgimento dessa alimentação em Salvador. Através do relato de pessoas, que frequentam esses espaços e de observações, foi possível ultrapassar o campo biológico/nutricional da alimentação, indo buscar nas relações socioculturais e simbólicas dos indivíduos, um novo olhar do ato alimentar e sua influência na saúde dos consumidores.

Fonte de texto e foto: Ufba

Haiti precisa de US$ 164 milhões para superar cólera

ONU pede ajuda internacional para levar médicos e remédios ao país

O Brasil enviou medicamentos destinados ao tratamento da doença
 A Organização das Nações Unidas (ONU) está pedindo US$ 164 milhões à comunidade internacional para levar médicos e remédios ao Haiti com a missão de tratar a epidemia de cólera que afeta o país. A porta-voz da ONU, Elizabeth Byrs, comunicou o pedido na última sexta-feira (12), justificando que a doação é fundamental para que os esforços de recuperação do país não sejam superados pela doença.

No Haiti a cólera já atingiu 11.125 pessoas e deixa os hospitais superlotados. A Organização Mundial de Saúde (OMS) prevê que a situação possa se agravar ainda mais, e 200 mil pessoas sejam contaminadas no  período de seis a 12 meses.

A bactéria que causa a doença é transmitida pelo sistema de abastecimento de água e tem se mostrado muito mais fatal no país, porque a população nunca tinha tido contato com  a enfermidade antes. Na ilha, a taxa de mortalidade decorrente da cólera, que causa febre, diarreia e vômito, matando por desidratação, é de 6,5% - muito mais alta que no resto do mundo.

Apesar da situação se complicar em decorrência da falta de infraestrutura do país - atingido por um terremoto em janeiro deste ano, e por um furacão que causou inundações em novembro, a doença pode ser facilmente tratada com hidratação por água potável e antibióticos.  A epidemia já provocou 700 mortes  no Haiti. (Foto: Antonio Cruz/ABr)

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Quinze estudantes disputam final de festival da canção

Encerramento do Face acontece sexta-feira na Concha Acústica do TCA

 A cantora baiana Mariene de Castro (foto) é a atração do show de encerramento da 3ª edição do Festival Anual da Canção Estudantil (Face), que acontece sexta-feira (12), a partir das 16h, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador. Cinco mil pessoas são esperadas para a final do Face. O projeto, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), mobilizou mais de 1 milhão de estudantes da rede estadual.

Disputam a final 15 estudantes de diversos municípios baianos. Até chegarem à última etapa do Face, os finalistas tiveram que vencer outras duas etapas: os festivais escolares e os regionais de música estudantil. A expectativa agora é que as canções apresentadas, no encontro estadual, expressem a diversidade da cultura e a história do povo da Bahia, além de reafirmar o talento dos estudantes. Das 15 canções apresentadas no show final, três serão premiadas pelo Governo do Estado.

Para a comissão julgadora estão confirmados Klebson Suzart, professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (Ufba);  Luiz Maurício Peltz, diretor musical do Grupo Barangandan; Aroldo Macedo, diretor da Escola de Guitarra Baiana; Claudia Santos, formadora do Centro de Estudos Afro-Orientais da Ufba; Yuri Azevedo, maestro titular da Orquestra Castro Alves, do Neojibá; Dalila Machado, professora da Faculdade de Letras da Ufba, e  Gilberto Monte, diretor da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb).

Desenvolvido desde 2008, o Face é um projeto pioneiro, de caráter educativo, artístico e cultural, concebido a partir de uma perspectiva abrangente, na expectativa de promover a participação e o envolvimento de todos os estudantes da rede estadual da educação, no processo de criação das canções e de realização de festivais de música.

Fonte: Ascom/SEC

domingo, 7 de novembro de 2010

Receita libera consulta ao sexto lote da restituição

Contribuinte pode obter informação na internet ou pelo telefone 146


 A Receita Federal do Brasil disponibiliza na terça-feira (9), a partir das 9h, a consulta ao sexto lote  de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Para saber se terá a restituição liberada o contribuinte poderá acessar a página da Receita na internet ou ligar para 146. É preciso informar o número do CPF ao fazer a consulta.

No dia 16 próximo serão creditadas, simultaneamente, as restituições referentes ao exercício de 2010 (ano-base 2009) residuais de 2009 (ano-base 2008) e de 2008 (ano-base 2007). O depósito bancário será feito para 558.809 contribuintes com imposto a restituir, no total de R$ 749.895.285,10.

Para o exercício de 2010, serão creditadas restituições de 418.694 contribuintes com imposto a restituir, somando R$ 601.264.818,93, já acrescidos da taxa Selic de 5,95% (período de maio a novembro de 2010).

Com relação ao lote residual do exercício de 2009, serão creditadas restituições para 103.812 contribuintes, no total de R$ 107.472.425,33, atualizados pela taxa Selic de 14,41% (de maio de 2009 a novembro de 2010). 

Já no lote residual do exercício de 2008, serão creditadas restituições para 36.303 contribuintes, no total de R$ 41.158.040,84, também atualizados pela taxa Selic de 26,48% (período de maio de 2008 a novembro de 2010).

Segundo a Receita Federal, estão contemplados nesse lote os contribuintes idosos que não têm pendências nas declarações. Os pagamentos dos demais contribuintes foram priorizados de acordo com a data da última declaração entregue do respectivo exercício.

CRÉDITOS

Os valores estarão disponíveis no Banco do Brasil (BB). O contribuinte poderá ir a qualquer agência do banco ou ligar para a Central de Atendimento BB – 4004-0001 (capitais – clientes do Banco do Brasil), 0800-729-0001 (demais localidades - clientes do Banco do Brasil), 0800-729-0722 (capitais e demais localidades – clientes e não clientes do Banco do Brasil) e 0800-729-0088 (deficientes auditivos) – para agendar o crédito em conta-corrente ou de poupança em seu nome, em qualquer instituição financeira.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, disponível na internet. Caso discorde do valor da restituição, o contribuinte poderá receber o montante disponível no banco e pedir a diferença na unidade local da Receita. (Foto: Flickr)

Falta energia eletrica no Rio Vermelho neste domingo

Trecho da Juracy Magalhães Júnior ficou sem luz por mais de duas horas 

Boa parte da Avenida  Juracy Magalhães Júnior, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, ficou sem luz por aproximadamente duas horas e meia no começo da noite deste domingo (7). Às 18h a energia faltou e retornou meia hora depois. Poucos minutos após foi embora mais uma vez para volar somente às 20h30. 

Tão chato quanto ficar sem energia elétrica é obter alguma informação da Coelba. Ao ligar o 0800 071 0800 uma gravação solicita que o consumdor informe a opção desejada (o número 2 quando o problema é fata de luz). A partir daí ouve-se seguidamente publicidade sobre os serviços da empresa.

Neste domingo foram mais de cinco minutos escutando a irritante gravação até que uma funcionária atendesse a chamada. De acordo com ela, um poste em chamas atingiu um transformador causando o problema. Só não soube explicar onde o acidente teria acontecido.

sábado, 6 de novembro de 2010

Microscopia é tema de curso na Fiocruz

Inscrições continuam abertas até o dia 22 deste mês
 
 
Até o dia 22 deste mês continuam abertas as inscrições para o Curso de Microscopia Eletrônica de Varredura e Microscopia Analítica. Realizado pela Fundação Oswaldo Cruz Bahia (Fiocruz), o curso acontece nas dependências da instituição em Salvador, no período de 29 próximo a 3 de dezembro,  com dois módulos (um teórico e outro prático).
 
Com duração de 36 horas, o curso é dirigido a pesquisadores, tecnologistas, técnicos e estudantes de pós-graduação, além de bolsistas de iniciação científica da instituição. Também serão aceitas inscrições de pesquisadores e pós-graduandos de outras instituições que utilizam microscopia eletrônica de varredura e microscopia analítica.

A Fiocruz oferece 40 vagas no módulo teórico a ser realizado no Auditório Aluízio Prata. Para o módulo prático, que acontece na Plataforma de Microscopia Eletrônica, são 15 vagas. Inicialmente a coordenação do curso irá reservar 30 vagas (teórico) e 10 (prático) para membros da comunidade interna da Fiocruz Bahia. 
 
Os interessados devem preencher o formulário de inscrição e enviar para o e-mail microscopia@bahia.fiocruz.br até o encerramento do prazo. Os selecionados receberão e-mail para confirmar o interesse pelo curso. Mais informações podem ser solicitadas pelos telefones (71) 3176-2299 ou 8852-5301. (Imagem: Fiocruz)

Fonte: Ufba

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Bahia intensifica combate à exploração sexual infantil

Participe da campanha e denuncie abusos contra crianças e adolescentes
DISQUE 100   DISQUE 100   DISQUE 100
DISQUE 100   DISQUE 100  DISQUE 100
DISQUE 100    DISQUE 100     DISQUE 100
DISQUE 100     DISQUE 100     DISQUE 100

A Secretaria de Turismo da Bahia (Setur), em parceria com o Ministério Público Estadual e outras 73 entidades ligadas a movimentos sociais e ONGs, intensifica o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes no Estado, através de ações de prevenção, conscientização e fiscalização. O órgão estadual participa de todas as campanhas voltadas para o tema.
De acordo com a superintendente de Serviços Turísticos da Setur, Cássia Magalhães, o governo baiano participou da elaboração do Projeto de Sensibilização para Prevenção da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em 2008, com a realização de seminários em Salvador, Porto  Seguro e Mata de São João, três dos principais pólos turísticos da Bahia. 
“Nos últimos dois anos, 217 meios de hospedagem foram fiscalizados e 195 cumpriram regularmente as determinações da Lei Estadual 8.978/04 e da Lei 8.069/90 de fixar placas que exigissem a presença de crianças e adolescentes acompanhadas pelos pais nos estabelecimentos”, informou. Em Salvador, foram vistoriados estabelecimentos situados em localidades tradicionais de visitação turística, além de bairros como Cajazeiras, Subúrbio Ferroviário e Cidade Baixa.
A Setur, que tem assento permanente no Comitê Estadual de Enfrentamento à Violência contra Crianças e Adolescentes, realiza campanhas e distribui, durante o ano inteiro, e em especial nos períodos de alta estação e carnaval, materiais de divulgação como folders, viseiras, cartilhas disponibilizadas pelo Ministério do Turismo. 
“Também estamos formando agentes multiplicadores e incentivando a utilização do Disque Denúncia para coibir a exploração das crianças e adolescentes, bem como organizando encontros com os parceiros do trade turístico, Instâncias de Governança e ONGs”, complementa Cássia Magalhães. Para denunciar as práticas de exploração e violência sexual contra a criança e o adolescente, o cidadão deve utilizar o Disque 100.
Fonte: Ascom/Setur

Infecções: riscos para pacientes e trabalhadores

Impacto anual é estimado em $ 6,7 bi para instituições de saúde


As infecções associadas aos cuidados da saúde (Iacs) representam uma crise global que afeta tanto pacientes quanto trabalhadores de serviços de saúde. Financeiramente, as Iacs representam impacto anual estimado em $6,7 bilhões para instituições que prestam serviços de saúde, mas os custos humanos são ainda maiores.

Um relatório do Centro de Controle de Doenças (CDC) publicado em março-abril de 2007 estimou em 98,987 o número de mortes nos EUA causadas por infecções associadas aos cuidados da saúde no ano de 2002. No entanto, provavelmente esse número é ainda maior, pois os autores do estudo ressaltam que "nenhuma fonte de dados nacionalmente representati va sobre as Iacs está disponível no momento".

Até recentemente, a falta de requerimentos de relatórios sobre Iacs para instituições  da área de serviços de saúde contribuiu para a baixa atenção à eliminação das fontes de infecções associadas aos cuidados da saúde. No entanto, a crescente preocupação pública em relação ao assunto e a resultante legislação em nível estatal e local, exigindo responsabilidade, estão ajudando a acelerar as iniciativas para combater as infecções associadas aos cuidados da saúde.

Fonte de texto e imagem: Infecção Aqui Não

Agressão aos nordestinos reflete inversão de valores

Estudante de Direito desconhece princípios básicos da democracia




Liberdade de opinião é da essência da democracia. Isso não significa, porém, que cada pessoa pode soltar o verbo sem atentar para o fato de que esse direito termina quando entra em cena o desrespeito ao outro. O episódio envolvendo a estudante de Direito, em São Paulo, Mayara Petruso, mostra a falta de controle na expressão de sua raiva contra os nordestinos logo após o resultado do Segunto Turno.

A jovem usou o Orkut e não mediu as palavras: “Nordestino não é gente. Faça um favor a SP, mate um nordestino afogado!", registra o Portal Comunique-se. Depois dela, ainda segundo o portal, outros usuários postaram mais ofensas: "Tinham que separar o Nordeste e os bolsas vadio do Brasil" e "Construindo câmara de gás no Nordeste matando geral".

Instrumento de comunicação fantásico, a internet dá margem a este tipo de postura, pois nem todos fazem o exercício da empatia (sentir-se no lugar do outro) ao usar a rede mundial de computadores. O que a aluna de Direito revela a inversão de princípios que contribuem para a valorização humana. Ao contrário, gerou indignação e muitos protestos nas redes sociais e na Justiça.

A Ordem dos Advogados do Brasil, seção Pernambuco, por exemplo, deu entrada na quarta-feira (3) de uma representação criminal contra  Mayara Petruso. Ela iniciou os ataques aos nordestinos logo após a vitória de Dilma Rousseff à presidência da República porque a eleita obtve maior número de votos na região Nordeste. 

A estudante merece mesmo ser processada e punida. Afinal, também é da essência democrática participar do jogo político. E saber ganhar ou perder. Por ironia do destino, a aluna de Direito pararce que ainda não  assimilou o conceito básico da democracia. Infelizmente. (Imagem: Blog Dois Expressos)

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Festival Bar em Bar começa amanhã

Evento de gastronomia acontece em todos os estados do Brasil

De quinta-feira (4) ate 5 de dezembro o Festival Bar em Bar promete movimentar centenas de estabelecimentos de Salvador. Os moradores da cidade e turistas terão a oportunidade de apreciar deliciosos pratos da culinária baiana em um dos mais importantes eventos de gastronomia do País.

Organizado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o festival acontece simultaneamente em todos os estados do Brasil. Em sua quarta edição, o Bar em Bar aproveitou o ano eleitoral para criar o tema 'Tão Democrático que Agrada quem Prefere a Direita, a Esquerda ou o Balcão', reforçando a imagem dos bares e restaurantes como espaços democráticos de lazer, de convivência social e de respeito às diferenças.

O festival oferece aos clientes porções promocionais de pratos escolhidos exclusivamente para o evento. Além da degustação dos melhores pratos da cozinha baiana, os clientes recebem um guia com indicação dos bares participantes da região. Nas três últimas edições, o festival teve a participação de mais de 1.200 bares em mais de 90 cidades brasileiras. Ao todo, são 32 bares e restaurantes de Salvador participam do evento.

Alguns dos pratos preparados para o festival passam pelo filé de carneiro assado, escondidinho de tilápia, salada de siri catado, escondidinho de lagosta, polvo na chapa, escondidinho de camarão, dentre outros. As caprichadas receitas prometem deixar os clientes com água na boca.



Fonte: Agecom

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Domenico De Masi faz palestra em Salvador

Autor de 'Ócio Criativo' fala sobre criatividade e empreendedorismo

 Quando lançou o livro Ócio Criativo, em 2000, no qual propõe que o ócio é um momento no qual o ser humano pode utilizar e trabalhar a sua capacidade criativa, criando e empreendendo, o sociólogo italiano Domenico De Masi dividiu opiniões na sociedade em todo o mundo e se tornou um dos mais influentes pensadores deste século. 

Especialista no assunto, De Masi vem a Salvador, na proxima quinta-feira (4), quando fala sobre “Criatividade, Empreendedorismo e Inovação” para empresários, dirigentes de entidades, de empresas, de sindicatos e do terceiro setor, gestores públicos, empreendedores, colaboradores de instituições públicas e privadas, universitários e acadêmicos e demais interessados no tema. Iniciativa do Sebrae, a palestra acontece no Teatro Castro Alves a partir das 20h.

Ao adquirir o ingresso (R$200/inteira) e (R$100/meia) , o participante que preencher o cadastro no site http://domenico.ba.sebrae.com.br, terá direito a receber um dos dois livros mais vendidos do autor: Ócio Criativo ou Diálogos Criativos. O livro será entregue somente no dia 4 de novembro, das 19h às 22h, no foyer do Teatro Castro Alves, mediante apresentação do canhoto do ingresso e o comprovante impresso de cadastro no site. A promoção é válida somente até o dia do evento.

Domenico de Masi é professor da cátedra de Sociologia do Trabalho na Universidade La Sapienza de Roma e presidente da Fundação Ravello. Foi reitor da Faculdade de Ciência da Comunicação na Universidade La Sapienza de Roma e agora se dedica a lecionar na Universidade, além de realizar pesquisa sócio-organizativa em algumas das maiores empresas italianas e brasileiras. Dirige também a revista Next - Instrumentos para Inovações e colabora com importantes jornais italianos.

Chapada Diamantina recebe maratona de ciclismo

Torneio Claro Brasil Ride acontece entre os dias 14 e 19 deste mês

 A Chapada Diamantina vai se transformar numa grande trilha para a realização do primeiro torneio Claro Brasil Ride, de 14 a 19 deste mês. A ultramaratona, que vai reunir 400 ciclistas de 11 países, divididos em 200 equipes, é apoiada pela Secretaria do Turismo do Estado da Bahia (Setur) e Bahiatursa.

Segundo os organizadores do evento, a Chapada Diamantina foi escolhida para o torneio por apresentar uma das paisagens mais deslumbrantes do Brasil, com imensos platôs, cachoeiras, grutas profundas, rios subterrâneos, lagoas cristalinas, pedras polidas, casarões coloniais e antigos caminhos pavimentados por escravos na época do ciclo do ouro e do diamante, além da riquíssima fauna e flora.

A maratona terá duas bases de saída: as cidades de Mucugê e Rio de Contas. Cada saída vai durar três dias, com os atletas passando por várias outras cidades da região. Os atletas e jornalistas chegam à Bahia no dia 10 próximo pelos aeroportos de Salvador e de Vitória da Conquista. (Foto: Bike na Mídia)

Fonte: Agecom

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

PSDB defende união de governadores da oposição

Presidente do partido defende trabalho de forma descentralizada

Ainda digerindo a derrota nas urnas, os partidos de oposição começaram nesta segunda-feira (1º) a estabelecer as novas estratégias para enfrentar o governo de Dilma Rousseff a partir de 2011. O PSDB, do candidato derrotado José Serra, que conquistou 43,7 milhões de votos na eleição deo domingo (31), pretende agora descentralizar sua atuação por todo o País.

Segundo o presidente do partido, senador Sérgio Guerra (PE), o PSDB deve procurar atuar nos estados, buscando os correligionários locais. “Temos que trabalhar de forma descentralizada. A oposição não vai se dar apenas em São Paulo e Minas Gerais, mas no País inteiro. Não necessariamente na forma de caravanas, mas como eu disse de maneira descentralizada.” (Foto: Senado Federal)

O PSDB elegeu oito governadores – entre eles, os de São Paulo e Minas Gerais, os dois maiores colégios eleitorais do Brasil. Para o senador, essas vitórias, associadas à boa votação de Serra, mostram que a população deseja mudanças. “Esse ciclo já cumpriu seu papel. O Serra somar [quase] 45% dos [votos dos] brasileiros contra um presidente da República que tem 90% de aprovação é um sinal apontado para as mudanças. Precisa ver agora a cara e o corpo dessas mudanças.”

FISCALIZAÇÃO DO GOVERNO

Ainda segundo ele, a oposição a Dilma deverá ser “com firmeza e sem radicalismo”, atuando na fiscalização do governo e criando um novo ambiente para o País. Há também, na opinião dele, a intenção de unir os governadores da oposição para atuar de forma “construtiva” com o governo. “Fazer uma interação entre governadores, bancadas parlamentares e o próprio partido. Construir um tempo novo.”

Guerra considera fundamental uma reforma eleitoral para que as próximas eleições sejam realizadas sob novo ordenamento jurídico. “Mudanças no campo eleitoral têm que ser feitas, não dá para disputar outra eleição nos termos dessa. Esse modelo político eleitoral está vencido. Vamos fazer isso olhando para o futuro. Não para o PSDB, mas para o futuro da democracia, que foi desrespeitada agora de forma total pelo adversário.”

O presidente do PSDB considerou ainda como deve ser a atuação do mineiro Aécio Neves no Senado. Segundo ele, ainda não há planos sobre a liderança da oposição ou sobre uma possível disputa para a presidência da Casa. “Acho que Aécio tem chance de ser candidato a qualquer coisa e chegar lá. O que eu sei é que ele será senado, pelo meno, na primeira parte de seu mandato.”

domingo, 31 de outubro de 2010

Presidente do TSE defende mais liberdade de expressão para candidatos

Procurador-geral da República também é favorável à mesma ideia
 
 O período de pré-campanha, que hoje é restrito aos três meses que antecedem as eleições, deve ser ampliado. Esse é o posicionamento defendido pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Ricardo Lewandowski (foto), e pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

“Nós, como juízes, aplicamos a lei. As regras eleitorais, no que diz respeito à manifestação dos candidatos, é um pouco rígida demais”, disse Lewandowski. Para o ministro, o ideal para que cada eleitor conheça melhor o candidato é que a pré-campanha comece no início do ano eleitoral. “A pré-campanha deveria ser mais dilatada no tempo, como ocorre nos Estados Unidos, mas claro que com a expressa vedação do emprego da máquina pública”, disse o ministro.

Para Gurgel, o período de pré-campanha “contraria a lógica das coisas, sobretudo na eleição presidencial. Todos sabemos que eleição começa muito tempo antes. Isso acaba favorecendo a prática de condutas equivocadas e abusivas”, disse o procurador.

PUNIÇÃO BALANCEADA
 
Sobre a manifestação dos candidatos, Lewandowski afirmou que houve punição balanceada entre Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB). “No geral teve exposição de ideias, em determinado momento houve abuso e sanções foram aplicadas, mas nada que possa ter fugido daquilo que se espera de uma disputa acirrada para a Presidência da República”.

Gurgel também disse que o Ministério Público Eleitoral agiu de forma balanceada para fiscalizar os dois candidatos. “Tivemos atuação com o máximo de isenção. Basta observar o número de representações em relação aos candidatos. Atuamos com firmeza para que nossas eleições fossem marcadas pela regularidade e igualdade entre os candidatos”.

Quanto ao papel da internet no processo eleitoral, Lewandowski defendeu novamente a liberdade de expressão. "A internet é um território livre e deve ser livre mesmo. É um modo de expressão e comunicação das pessoas que transcende as fronteiras nacionais e é difícil de controlar fluxo de informações". (Foto: José Cruz/ABr)

 Fonte: Agência Brasil

Dilma faz primeiro pronunciamento como presidente eleita

O vídeo do primeiro pronunciamento de Dilma Rousseff como a primeira presidente eleita do Brasil já está disponível no Youtube. Confira abaixo!

Segundo Turno 2010 / Votação já terminou em 32 países

Duzentos mil eleitores estão cadastrados em 154 municípios de todo o mundo  

Eleitores brasileiros de 32 países já votaram para presidente da República. De acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os mais de 200 mil eleitores - cadastrados pela Justiça Eleitoral  no exterior - estão distribuidos em 154 municípios de todo o mundo.

Os  brasileiros cadastrados em Abu Dhabi, Emirados Árabes, e em Moscou, na Rússia, terminaram de votar às 11h30, horário de Brasília. Em Nova Dehi, na Índia, as eleições tiveram fim às 10h30. Às 2h deste domingo (horário de Brasília), a eleição foi encerrada em Wellington, na Nova Zelândia. Às 4h, foi a vez de Camberra e Sydney, na Austrália. Às 6h, terminou em Seul, na Coréia; em Hamamatsu, Mitsukaido, Nagoya, Oizumi, Suzuka, Takaoka, Tóquio, Toyohashi, Ueda, no Japão e Dili, no Timor Leste.

Às 7h, os brasileiros terminaram de votar na cidade de  Cingapura, em Cingapura; Dongguan, Pequim e Xangai, na China; Manila, nas Filipinas; HongKong, em Honkong; Kuala Lumpur, na Malásia e Taipe, em Taiwan. Às 8h, a eleição foi encerrada em Bangkok, na Tailândia e Jacarta, na Indonésia.

Até às 10h30, a Cidade de Nova Delhi, na Índia, tinha terminado a votação. ÀS 11h, Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, e Moscou, na Rússia, terminaram a votação. Às 12h, a eleição foi encerada no Kuaite, em Nairobi, em Kênia. 

ÀS 13h, 13 cidades de 12 países tinham terminado a votação. São os seguintes: Ancara, na Turquia; Bucareste, na Romênia; Beirute, no Líbano; Cairo, no Egito; Amã, na Jordânia; Atenas, na Grécia; Helsinque, na Finlândia; Cidade do cabo e pretória, na África do Sul; Tel Aviv, em Israel; Maputo, em Moçambique; Damasco, na Síria, e Ramallah nos Territórios Palestinos.

Os primeiros números da apuração para presidente da República só serão divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, a partir das 19h de Brasília, quando será encerrada a votação em todo o País. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

Fonte: TSE

sábado, 30 de outubro de 2010

Segundo Turno 2010 / Minha escolha pode fazer diferença?


'A pessoa que se comporta com intransigência 
em relação às próprias ideias está fadada à solidão'

Alexey Dodsworth*
 
Mesmo quem diz detestar política, a vive diariamente. Não há escapatória. Desde as relações que estabelecemos com nossos vizinhos e parentes até os contatos cotidianos com nossos colegas de faculdade e trabalho, todas as relações são atos políticos. Na realidade prática, a maioria das pessoas com quem nos relacionamos não são pessoas que nós "escolhemos" para estar ao nosso lado, mas sim gente que veio "de brinde" por conta de nossas escolhas. Um namorado traz consigo, no pacote, amigos e parentes. Um amigo tem ou terá um relacionamento íntimo, e será preciso lidar com a inserção desta nova pessoa em algum momento. E, em todos estes casos, jamais concordaremos com tudo o que os outros pensam, assim como dificilmente discordaremos de tudo. A pessoa que se comporta com intransigência em relação às próprias ideias está fadada à solidão. Afinal, o ato político é um ato de diálogo, ainda que com pessoas cujas ideias não estejamos inteiramente de acordo.

O oposto da democracia é a intransigência, o autoritarismo. Por ter maior força física ou por ter melhores condições financeiras, alguém pode se achar no direito de comandar os outros, sem diálogo ou acordos. E esta não é a lei política, é a lei da selva, em que vencerá sempre o mais forte.

No campo democrático, é preciso dialogar e estar preparado para não concordar com tudo e abrir concessões. Em ano de eleições, nos é dada a possibilidade de fazer escolhas entre este ou aquele candidato, este ou aquele partido, que irá governar nosso país durante quatro anos. Você pode até detestar política, mas não tem como negar que se você não fizer uma escolha, a farão em seu nome. Não gostar de política não te insere num mundo à parte. Você continua a fazer parte do mesmo mundo governado pelas escolhas que os outros fizeram. Deste modo, é melhor escolher do que se evadir. Mesmo que sua escolha não seja a vencedora, você tentou.

Alguns equívocos são extremamente comuns em anos de eleições. Apresento aqui os mais comuns, e como evitá-los:
  • É impossível encontrar um candidato ou partido que tenha propostas com as quais você concorde integralmente. A escolha, então, precisa ser feita de acordo com o candidato ou partido que mais se aproxima das suas prioridades.
  • É um erro enorme votar em alguém ou deixar de votar por conta de questões subjetivas, do tipo "não vou com a cara dele(a)". Eleições não são um reality show, em que escolhemos a pessoa que nos é mais simpática. Para saber quem é a pessoa certa, é preciso avaliar quais são as suas propostas para o futuro. Você poderá se chocar ao descobrir que tem afinidade de pensamento com um político que antes antipatizava.
  • Para avaliar bem e escolher direito, não se limite a uma única publicação da mídia ou a um único canal de TV. Publicações tomam partido por este ou aquele candidato, geralmente "puxando brasa pra sardinha" do candidato que eles escolheram. Deste modo, não é muito justo votar em alguém só por conta das coisas que você leu na revista X ou Y. Leia várias, compare. Você descobrirá que uma mesma notícia será apresentada de modos totalmente distintos em mídias diferentes. Caberá a você avaliar o que vê e decidir por si. Mas se você lê apenas uma revista ou assiste apenas a um canal de TV, provavelmente fará uma escolha a partir de dados equivocados.
Caminhos e escolhas 

Michel Foucault, um dos filósofos que mais aprecio por conta de seu profundo senso de realidade, insistia no fato de que as escolhas raramente envolvem um caminho melhor e um caminho pior. Em geral, são escolhas entre perigos. Deste modo, não incorra no erro de votar em alguém mantendo enorme esperança. 

Desapontar-se, no processo político, é tão comum quanto acreditar cegamente naquele amigo ou namorado que um dia comete um erro. Além disso, tente não agir com tanta impiedade em relação aos erros alheios. Políticos também erram. E, apesar de ouvirmos constantemente que "todo político é ladrão" e coisas do gênero, isso não é verdade. É preconceito. O problema é que, quando ocupamos cargos de poder, o mundo está de olho na gente, e nossos erros são amplificados pela mídia. Nunca julgue um candidato a partir do que ele foi acusado. Entre ser acusado de algo e ser culpado, há um oceano de distância.

Sobretudo, faça uma leitura crítica do que te enviam por e-mail. Cheque a fonte, verifique se a informação é verdadeira, antes de repassar. Isso, inclusive, vale não apenas para a política - vale para praticamente tudo! Não se repassa uma informação sem antes verificar se ela é idônea. Caso a informação seja falsa, você estará ajudando a propagar mentiras.
Acerca da corrupção, este é de fato um problema muito grande não apenas na política brasileira, mas na de vários outros países. Cabe à Justiça avaliar e julgar tais casos. Mas cabe também a nós fazermos a devida autoavaliação: cobramos retidão moral de nossos políticos. Mas somos nós mesmos tão corretos assim? Avalie:
  • Você segue as leis do trânsito?
  • Você faz download de músicas e livros sem pagar os direitos do autor?
  • Você usa carteira de estudante falsa?
  • Você joga lixo no chão da rua?
Eu poderia fazer diversas outras perguntas, mas creio que cada pessoa sabe perfeitamente quando realiza algo que está ou não correto, de acordo com as leis vigentes. Se você não se comporta de modo cidadão, como pode cobrar que seus governantes sejam melhores do que você?

Por fim, esteja ciente de que o ato político é uma militância intensa e constante. Não é suficiente votar e depois "largar de mão", como se você não tivesse responsabilidades no processo. Quem resolve um país não é apenas o Estado, mas todos os seus cidadãos. E, acredite: se você não se interessa pelas questões públicas, mesmo assim elas governarão você! Ignorar a política é tornar-se vítima da escolha alheia. Não se permita a isso. Atue! 

*Astrólogo há mais de 20 anos, graduado em Filosofia e diretor técnico da Central Nacional de Astrologia. Autor das interpretações de Astrologia, Tarot e Runas do Personare.



COMENTÁRIO DA EDITORA DO BLOG
 
Recebi o texto acima por e-mail, indicando o site do MSN como fonte, mas sem revelar o endereço  (de onde também copiei as imagens) nem o nome de quem faz tão interessante reflexão sobre política, nossas escolhas, nosso voto. Seguindo recomendação do autor para a gente checar a informações e fazer leitura crítica do que recebe via internet, pesquisei e cheguei ao autor. Neste momento de campanha eleitoral, marcada por ataques, de lado a lado, é agradável ler "Minha escolha pode fazer diferença?"





Segundo Turno 2010 / Vote antes das 9h ou após as 14h

TSE constata que horário de maior movimento nas capitais é das 10h às 13h

Os eleitores que desejarem fugir das filas para votar no domingo (31) devem evitar o horário entre 10h e 13h. É o que constata levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre o fluxo de votação nas capitais do país durante o Primeiro Turno. No Segundo Tturno, o horário matutino deve ficar ainda mais movimentado porque muitos eleitores viajarão para aproveitar o feriado de Finados, 2 de novembro.

Segundo o TSE, o melhor horário para votar na maioria das capitais é antes das 9h (em todas as capitais, exceto São Paulo, que tem melhor horário após as 13h) e depois das 14h. As únicas capitais que apresentaram fluxo diferente na parte da tarde são Boa Vista, com melhor horário entre 12h e 14h30, Macapá, entre 12h e 15h30, e Porto Velho, entre 13h e 15h30.

Rio Branco é a única capital que tem fluxo constante entre 11h e 16h. O TSE indica que na capital acriana o melhor horário para votar é antes das 9h. O horário de votação em todo o País é das 8h  às 17h, respeitados os fusos horários. (Wilson Dias/ABr)

Fonte: Agência Brasil

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Show de João Bosco marca aniversário do Ilê Aiyê

Comemoração acontece segunda-feira na Senzala do Barro Preto

 O samba inconfundível de João Bosco estará no centro das comemorações do 37º aniversário do Ilê Aiyê,  na próxima segunda-feira (1º de novembro), com a realização de uma grande festa na Senzala do Barro Preto, no Curuzu. Como já é tradição, antes da festa na Senzala os percussionistas do bloco saem em cortejo da praça do Plano Inclinado da Liberdade até a sede da entidade.

A apresentação integra o Projeto Blackatitude, que tem patrocínio da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), por intermédio do Fazcultura, e da Vivo, através do Conexão Vivo. A festa na Senzala do Barro Preto está marcada para as 22h com ingressos por R$ 40 e R$ 20 (pista), e R$ 50 (camarote). 

O momento do encontro entre João Bosco e o Ilê Aiyê é especial. O compositor fará retrospectiva de sua carreira e apresentará as músicas do seu último disco, Não vou para o céu, mas já não vivo no Chão, em que retoma a parceria com o compositor carioca Aldir Blanc. A comemoração terá ainda a participação especial do grupo Samba das Moças, que tem um trabalho focado no samba de roda do Recôncavo baiano. Leia mais aqui. (Foto: Site de João Bosco)

Fonte: Agecom

Trânsito dá um nó no início do feriadão em Salvador

Excesso de carros e precário sistema viário agravam tráfego na cidade

Problema diário em Salvador, nos últimos anos, o trânsito da capital baiana deu um nó no começo desta primeira noite (29) do feriadão de Finados. Nos dois sentidos do trecho entre o Rio Vermelho e a Avenida Tancredo Neves (Caminho das Árvores), passando pela área do Iguatemi, ninguém escapou dos  congestionamentos. E mais uma vez ficam evidentes as precárias condições do sistema viário da cidade para comportar tantos veículos.

A falta de transporte de massa decente - até agora limitado aos ônibus - aliada às facilidades para aquisição de carro (em parcelas que se estendem até por longos sete anos) só faz agravar os transtornos. Também contribui para o caos no tráfego a falta de sincronização entre as sinaleiras: enquanto uma fica verde para circulação dos veículos outra um pouco mais adiante exibe o vermelho, que obriga o motorista a por o pé no freio. 

Nesse cenário não se pode esquecer dos "barbeiros", pessoas sem experiência ao volante, e dos imprudentes que aprontam no trânsito de Salvador. No último grupo, o maior perigo fica por conta dos motociclistas. Indiferentes às normas de segurança, eles circulam entre um carro e outro, margeiam os meios-fios, invadem os canteiros centrrais das avenidas de vale e fazem arriscadas "roubadinhas".

Prever melhoria no tráfego da capital baiana fica difícil. Sem o metrô, que nunca funciona, uma alternativa  (paliativa, aliás) poderia ser o rodízio de carros. Mas será que os moradores de Salvador iriam encarar essa possibilidade? Tenho sérias dúvidas.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Venda de antibiótico agora depende de receita especial

Farmácias têm 180 dias para se adequar à determinação da Anvisa


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nesta quinta-feira (28), no Diário Oficial da União, as novas regras para controlar a venda de antibióticos. Essas substâncias, a partir de agora, só poderão ser vendidas em farmácias e drogarias do país mediante a apresentação da receita de controle especial em duas vias pelo consumidor.

Conforme a determinação, a primeira via ficará retida na farmácia e a segunda deverá ser devolvida ao paciente carimbada para comprovar o atendimento. Quem prescrever as receitas deve atentar para a necessidade de entregar de forma legível - e sem rasuras - duas vias do receituário aos pacientes. As embalagens e bulas também terão que mudar e incluir a frase “Venda sob prescrição médica – só pode ser vendido com retenção da receita”. As empresas terão 180 dias para se adequar às novas normas de rotulagem.

Também foi definido novo prazo de validade para as receitas, que passa a ser de  10 dias, devido aos mecanismos de ação dos antimicrobianos. Todas as prescrições deverão ser escrituradas, ou seja, ter movimentações registradas no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados. O prazo para que as farmácias iniciem esse registro e concluam a adesão ao sistema é de 180 dias.

As medidas valem para mais de 90 substâncias antimicrobianas, que abrangem todos os antibióticos com registro no País, com exceção dos que têm uso exclusivo no ambiente hospitalar. O objetivo da Anvisa é ampliar o controle sobre essas substâncias, principalmente após o aumento do número de contaminaçães pela superbactéria Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC). (Foto: Arquivo/ABr)

Senado colhe sugestões para reforma eleitoral

Audiência pública acontece no Ministério Público baiano em 12 de novembro 

Com o propósito de ouvir a sociedade baiana e colher sugestões para a reforma da legislação eleitoral brasileira, o Senado Federal promove audiência pública, no próximo dia 12 de novembro às 10h, no auditório  do Ministério Público do Estado da Bahia, em Salvador. A audiência pública é a quinta de nove marcadas para diversas regiões do País. Já foram realizadas consultas populares em Belo Horizonte, Recife e Florianópolis - as próximas estão previstas para São Paulo, Salvador, Cuiabá, Belém e Brasília.

O processo de reforma do Código Eleitoral é coordenado por uma comissão de juristas nomeados pelo Senado Federal, presidida pelo ministro José Antonio Dias Toffoli. Eles têm a missão de atualizar a legislação vigente, uma vez que o atual Código Eleitoral foi elaborado em 1965 e sofreu desgaste natural, inclusive com a modernização do processo eleitoral. As consultas públicas buscam o diálogo com os cidadãos, já que são eles os principais usuários do processo eleitoral.

O coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça Cíveis, de Fundações e Eleitorais (Caocife), promotor de Justiça Antônio Leal, apresentou uma colaboração ao projeto de reforma do Código Eleitoral, referente ao primeiro item proposto.  Ele sugere que a composição da Justiça Eleitoral e do Ministério Público Eleitoral seja deferida para juízes federais e membros do Ministério Público Federal, por conta da natureza federal desta Justiça. No entendimento do promotor, a Justiça Eleitoral tem natureza nacional e não federal. Daí a importância da manutenção da competência dos juízes estaduais e membros do MP estadual. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

Fonte: Ascom/MPBA

domingo, 24 de outubro de 2010

Lixões representam grande desafio na agenda ambiental

Política nacional sobre tratamento de resíduos sólidos reativa debate


Acabar com os enormes depósitos de lixo que existem no país, os chamados lixões, e promover o tratamento dos resíduos sólidos de forma adequada é o grande desafio do país e uma das prioridades da agenda ambiental. A destinação dos resíduos sólidos voltou ao debate nacional com a aprovação, em agosto  último, da Política Nacional sobre Tratamento de Resíduos Sólidos, que estava em tramitação há 19 anos no Congresso Nacional.

O diretor do Departamento de Cidadania e Responsabilidade Socioambiental do Ministério do Meio Ambiente, Geraldo Abreu, deu destaque à importância da conscientização de gestores e da sociedade sobre o tema em palestra, na semana passada, no 1º Fórum sobre Resíduos Sólidos da Universidade de Brasília (UnB), na Faculdade de Educação. O encontro marcou o início da implantação do sistema de coleta seletiva da instituição, que criou o Programa Recicla UnB. 

"O Brasil deve fazer a sua parte no sentido de garantir melhor qualidade de vida para as gerações futuras e dar a sua contribuição para a sobrevivência do planeta", disse Abreu.  Ele recomenda, para que haja bons resultados numa política que trata da destinação do lixo, o compartilhamento de ações entre os gestores e a sociedade. Segundo o diretor do departamento, o governo federal vem abrindo linhas de financiamento e incentivando os estados e municípios a trabalharem de forma integrada na área da reciclagem de resíduos. 

 Grau de toxidade

De acordo com ele, na construção civil, 80% das sobras podem ser recicladas, evitando que os aterros fiquem sobrecarregados recebendo apenas os rejeitos, ou seja, o que realmente for considerado inutilizável. O diretor citou a área de resíduos biológicos como uma das mais preocupantes, porque envolve necessidade de tratamento mais delicado por causa do grau de toxicidade. "São resíduos perigosos, que podem contaminar lençóis freáticos e cursos d'água".

Abreu enfatizou que, na política de resíduos sólidos, o objetivo não é “conter o consumo por parte da população, mas educar para consumir sem poluir o meio ambiente". Segundo ele, o país passou "dezenas de anos tratando mal o meio ambiente”. O cenário mudou, na sua opinião, com a aprovação da legislação sobre a gestão de resíduos, em 2005, da lei de saneamento, em 2007, e agora, a lei que fixa regras para tratamento dos resíduos sólidos.

Fonte da matéria e imagem: Agência Brasil

sábado, 23 de outubro de 2010

Festival de artes cênicas movimenta Salvador

Espetáculos de sete países são apresentados em teatros, praças e ruas

 
Atores, produtores, escritores, bailarinos, coreógrafos, artistas plásticos, entre outras personalidades ligadas ao mundo do teatro, participaram da abertura do 3º Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia (Fiac), na tarde deste sábado (23), no pátio do Instituto Cultural Brasil Alemanha (Icba), no Corredor da Vitória, em Salvador. 

O evento reúne até o dia 30 deste mês, na capital baiana, espetáculos de sete países - Espanha, Portugal, Alemanha, Argentina, Chile, Colômbia e Brasil, que se apresentarão em diversos teatros, largos, praças e ruas. De acordo com Felipe de Assis, um dos coordenadores do festival, o diferencial da terceira edição é justamente a abertura mais ampla para esses espaços.

A diretora de teatro Nhele Franke, nasceu na Alemanha, porém é no Brasil que ela se dedica ao teatro há 18 anos. Residindo na Bahia desde 1996, Nhele também é uma das organizadoras do Fiac. Para ela, a inquietação inerente à classe artística é o que motiva a realização do festival. “Acredito que o festival cria uma incrível possibilidade de troca, de provocação mútua seja para o público ou para os artistas”.

Surpresa, interação e gargalhadas

Quem compareceu à abertura do Fiac foi surpreendido pela performance da companhia de teatro espanhola Kamchatka. Os oito atores chegaram sem ser anunciados e, como se vivessem décadas atrás, foram interagindo com as pessoas e objetos por onde passavam. Do Icba até o Campo Grande, eles arrastaram centenas de espectadores que deram boas gargalhadas e até atuaram como coadjuvantes nos improvisos. 

Um deles foi o pipoqueiro Pedro José que há 10 anos trabalha no Campo Grande. “Achei muito legal eles terem vindo aqui. Foi engraçado demais quando eles subiram e (literalmente) entraram no meu carrinho vestindo essas roupas antigas”. A psicóloga Mariana Carteado também passava pela praça onde se deparou com a movimentação. “Foi inusitado. Conheço um pouco de teatro de rua, mas nunca vi nada igual. Eles são muito rápidos ao interagir com as coisas que se deparam e acontecem na frente deles”.

Celebração à carreira de Yumara 

Outros espetáculos também prometem muitos aplausos. Um deles é o estreante Monstro, uma celebração aos 50 anos de carreira de Yumara Rodrigues (BA), sob a direção de Paulo Dourado. A peça teatral Seu Bonfim, que comemora 10 anos, também é uma das grandes expectativas do festival. Grupos nacionais vindos de São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro também se apresentarão até a próxima sexta-feira, em Salvador.

Os ingressos para os espetáculos em teatros já estão sendo comercializados por R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), exclusivamente, na Bilheteria Central do Fiac, no Teatro Castro Alves. A exceção é a peça Fragmento de Um Só, no Theatro XVIII (Pelourinho), que custa R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). As apresentações nas ruas são gratuitas. Informações sobre as companhias e espetáculos que estarão no festival podem ser acessadas no site do festival. (Imagem: Mauricio Esguerra)

Fonte da matéria: Agecom

Anvisa obriga uso de álcool em gel em hospitais e clínicas

Objetivo da determinação é evitar novos casos da superbactéria


Para evitar novos casos da superbactéria Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC) e de outros microorganismos resistentes a antibióticos, os hospitais e clínicas públicas e privadas serão obrigados a colocar dispensadores com álcool em gel em todos os quartos, ambulatórios e prontos-socorros.

A norma foi aprovada sexta-feira (22) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para estimular a higienização de profissionais de saúde, uma das medidas mais eficazes para impedir a disseminação das superbactérias e conter infecções hospitalares, informou o diretor da Anvisa, Dirceu Barbano (foto). A nova regra deve ser publicada oficialmente na próxima semana. De acordo com ele, os hospitais terão prazo de até 60 dias para adaptação.

Técnicos da Anvisa reuniram-se sexta-feira com especialistas em infectologia e microbiologia para discutir medidas de contenção e o cenário da KPC no Brasil. A carbapenemase é um tipo de enzima que provoca resistência de algumas bactérias aos antibióticos de uso habitual.

A bactéria atinge, principalmente, pessoas com baixa imunidade que estejam hospitalizadas , a exemplo de pacientes de Unidade de objeto comum.

O Distrito Federal tem surto da superbactéria no momento. São 183 casos confirmados e 18 mortes. Há registros de ocorrências também no Espírito Santo, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Goiás, Minas Gerais e na Paraíba. (Imagem/Valter Campanato/ABr)

Fonte da matéria: Agência Brasil

COMENTÁRIO DA EDITORA DO BLOG

Tão importante neste momento em que a superbactéria assusta o País, o ato de higienizar as mãos, com água e sabão ou álcool em gel, deve ser incentivado cada vez mais pelas autoridades da área de saúde.

É corriqueiro o hábito da pessoa pegar em dinheiro e, logo em seguida, levar um alimento à boca. Outro comportamento comum é não lavar as mãos antes de usar o sanitário.

Estes gestos, nada saudáveis, são praticados por pessoas de vários níveis sociais, mesmo gente que tem acesso a mais informações. Portanto é bom sempre ensinar que a higiene previne doenças. E como!!!